autores internacionais,  Opinião

Stephen King ou Richard Bachman?

Olá pessoal,

O post de hoje é uma homenagem a um dos meus autores favoritos, Stephen King ! O mais novo livro do Rei do Terror, chamado THE OUTSIDER será lançado no Brasil na próxima semana. Qual é o seu livro preferido dele?

Eu comecei a ler King no primeiro ano do segundo grau, e me encantei com o gênero suspense-terror rapidinho. Muita gente – tanto na época quando hoje – torciam o nariz para o estilo mais “mundano” ou “simplório” da sua escrita. Pra mim, não incomoda. As vezes é mais importante que o texto traga empatia, que os personagens falem e vivenciem coisas simples, fazendo com que o público se enxergue na narrativa. Acho que ninguém quer ler livros com verbos em mesóclise e que seguem todas a regras formais da lingua culta diariamente.

O paranormal, o suspense e o terror no cotidiano faz dele um grande contador de histórias, não acham?

Quando se trata de livros, uma das coisas mais loucas que aconteceu comigo foi descobrir que o Richard Bachman era pseudônimo do Stephen King. Alguns já entram na leitura sabendo, mas eu comprei um livro do Richard Bachman porque o mesmo era recomendado pelo King, como se fosse uma colaboração. O livro chamava-se Os Justiceiros, lançado em 1996. Eu fiquei alucinada com a história e , assim que consegui, comprei Desespero, que é um tipo de livro-espelho do primeiro, mas supostamente escrito pelo King em parceria com Bachman. Só depois de terminada a leitura do segundo livro eu vi que eram a mesma pessoa.

 

O relacionamento Bachman-King é incrivel. Pouquíssimos autores conseguem produzir obras na velocidade de King, e Bachman foi usado como forma de aliviar a escrivaninha do autor sem comprometer sua marca. Quando Bachman lançou o primeiro livro, King já tinha cerca de 10 livros prontos aguardando a chance de serem publicados, e nem todos se encaixavam no perfil montado pela editora. Por isso Bachman ganhou vida, biografia, fotos e fãs,e continuou relevante até mesmo depois de descoberta toda a trama ,em 1985. Os Justiceiros, por exemplo , foi escrito em 1996 logo após King ter escrito Desespero, e as chances de serem lançados em sequencia era pequena, e assim, um deles teve de ser publicado sob o pseudonimo.

A pessoa que descobriu que King e Bachman eram a mesma pessoa entrevistou King sobre o ocorrido em 1985, à convite do proprio autor,e você pode ler essa entrevista em inglês aqui.

Curtiram essa história? Comentem !

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *